Category Archives: Tecnologia e aprendizagem

Uso de tecnologia – mais trabalho para o professor?

Essa é uma daquelas perguntinhas encardidas da educação, que admitem duas respostas – sim e não. Mas como eu gosto de explicar, e não de complicar, serei clara na argumentação.

Sim, usar tecnologia dá mais trabalho: é necessário preparar o material, pois dificilmente você encontrará algo específico para o conteúdo que está trabalhando. O Brasil é muito deficiente em conteúdos interativos para tecnologia educacional. Quando você encontra o conteúdo, está incompleto, quando está completo, a linguagem não é apropriada à faixa etária. Além disso, sempre gostamos de fazer bem-feito – queremos figuras que ilustrem de maneira apropriada, para que o conteúdo fique claro. Em suma, dá trabalho.

A outra resposta é não. A tecnologia, em certos aspectos, poupa trabalho. Além de poder reaproveitar certos materiais produzidos no ano anterior, como slides, se você criar algum tipo de material interativo com autocorreção,  você terá menos trabalho. Imagine que você, professor, passe uma lista para os alunos escreverem os números por extenso. Corrigir essa lista na lousa exige tempo de aula, que nem sempre temos quando trabalhamos com um cronograma pré-determinado. A opção? Corrigir lista por lista, em seu horário “de folga”…

Nesse caso, a tecnologia é uma opção que poupa trabalho. Você só precisa criar a mesma lista de exercícios utilizando um site que permite autocorreção. Quando o aluno digitar a resposta , o próprio site ou programa informará se a resposta está correta e, caso esteja errada, mostrará a resposta correta.

Veja o exemplo abaixo, sobre substantivos coletivos:

Viu? Eles estudam, o Quizlet corrige, e você tem exatamente o mesmo trabalho que teria para fazer uma lista de atividades comum. Utilize a tecnologia a seu favor e descubra que ela pode ser uma grande aliada!

Cursos gratuitos sobre tecnologia e educação!

O Instituto Ayrton Senna tem uma iniciativa interessante. Por acreditar que o uso das TICs pode contribuir para a qualidade da educação, ele oferece cursos gratuitos sobre temas relacionados.

Neste link você pode encontrar a relação de cursos do segundo semestre de 2.012. Alguns infelizmente, já se iniciaram. No entanto, você ainda tem a oportunidade de se inscrever nos cursos abaixo:

– Produção textual em ambientes digitais
Data de realização: 03/09 a 14/10
– Iniciação científica e TICs nos anos iniciais
Data de realização: 10/09 a 21/10
– Games aliados à Educação
Data de realização: 17/09 a 28/10
– Criar histórias animadas e interativas
Data de realização: 01/10 a 11/11
– Ambientes Virtuais e Sala de Aula Presencial: Espaços para a Aprendizagem
Data de realização: 08/10 a 18/11
– A didática de ensino na era da mobilidade
Data de realização: 15/10 a 25/11

É necessário ficar atento, pois as inscrições acontecem na semana imediatamente anterior ao início do curso, e as vagas são limitadas. Quer receber um alerta nas datas de inscrição? Siga o blog!

 

Seus alunos podem aprender Matemática com o Quizlet!

Apesar de todas as novas teorias sobre educação e especialmente sobre o ensino da Matemática, o fato é que alguns conteúdos, além de ser compreendidos, precisam ser treinados pelo aluno. Em uma situação de ensino normal, o professor passa exercícios, corrige-os na lousa e o aluno faz a correção do próprio caderno. No entanto, muitos alunos necessitam treinar ainda mais. O professor fica, então, em um tremendo dilema: sabe que precisa fazer mais pelo aluno, mas não possui condições para satisfazer essa necessidade. Como corrigir mais e mais atividades com salas tão grandes e uma carga horária que impede qualquer trabalho extra?


Sem dúvida, não há como estender o tempo e fazer essas correções, mas a tecnologia garante ao aluno a possibilidade de estudar de forma autônoma, obtendo automaticamente o feedback de seu desempenho. Uma parte cada vez maior da população da brasileira já conta com internet em casa ou tem acesso a ela em algum espaço público – escolas, bibliotecas, unidades do SESC, ou mesmo iniciativas do município para a inclusão digital. O professor pode utilizar essa realidade para disponibilizar conteúdos que permitam ao aluno o treino de conceitos e (por que não?) exercícios matemáticos.

Quando os exercícios possuem apenas uma única resposta, é possível elaborar exercícios através do Quizlet. Já publiquei um post sobre o uso dessa ferramenta por professores de línguas estrangeiras, mas já o utilizei diversas vezes para criar exercícios matemáticos. O recurso Aprender, em minha opinião, é totalmente apropriado para o aluno estudar diversos assuntos, como os listados mais abaixo.

Através do recurso Aprender, o professor pode criar atividades em que ele estabelece um exercício e registra a resposta correta. Ao acessar, o aluno lê a questão, digita a resposta e, imediatamente, aparece o resultado – a confirmação de que a resposta está correta ou o aviso de que a resposta está errada, seguido da resposta correta.

Assim, você pode até não ter tempo para corrigir uma lista de 50 exercícios sobre divisão por 10, 100 ou 1.000 para seus 300 alunos, mas o computador pode fazer isso por você. Clique nos links abaixo e veja alguns exemplos:

Divisão de decimais por 10, 100 ou 1.000: http://quizlet.com/13209864/learn/

Propriedade distibutiva: http://quizlet.com/10886034/learn/

Propriedades das operações: http://quizlet.com/10886632/learn/

Escrita dos números por extenso: http://quizlet.com/9957292/learn/

Essas atividades referem-se ao conteúdo trabalhado em minha turma. Com certeza, ao ver os exemplos, você consegue identificar, em seu próprio conteúdo, aqueles que poderiam ser treinados desta forma. Aproveite!

Quizlet – A tecnologia que favorece a aprendizagem

Hoje vou dedicar o post a falar de uma das possibilidades de utilização do Quizlet. Este site utiliza o conceito dos conhecidos flashcards – um cartão no qual frente / verso possuem uma informação que deve ser memorizada, estudada.

Já utilizei o Quizlet de várias formas para que meus alunos treinassem conteúdos. Hoje, darei uma sugestão muito interessante para os professores de línguas estrangeiras. Ao utilizar o Quizlet para treino de vocabulário, é possível definir pares de palavras (português / inglês, por exemplo) de um determinado tema ou unidade do livro. Faça os cartões virtuais com esses pares de palavras. Para o estudo, o aluno tem várias opções:

1. Estudar: Nesse modo, o aluno tem acesso ao flashcard. De um lado, aparecerá a palavra em português e, ao clicar para virar o card, o aluno terá a mesma palavra em inglês ou na outra língua estudada. Também é possível associar imagem / palavra.

   

2. Aprender: Esta opção permite que o aluno, ao visualizar uma palavra em português, por exemplo, escreva o termo correspondente na outra língua. Se ele acertar, terá a confirmação imediata do acerto. Se ele não acertar, além de receber o alerta do erro, visualiza a forma correta de escrever o termo:


3. Soletrar: No soletrador, o aluno ouve a palavra (opções fast ou slow) e deve digitá-la. Se estiver correto, recebe a confirmação do acerto. Se estiver errado, o programa mostra a forma correta e ainda soletra em voz alta. Ao final, pede para o aluno escrever novamente.

O aluno também pode estudar através do celular, pois o Quizlet permite download de aplicativos para iPhone, iPod Touch, iPad, Android, Windows Phone, Kindle Fire e Nook.

É possível fazer muitas outras atividades com a ferramenta Quizlet e, por isso, muitos posts serão destinados ao assunto. No entanto, se o site tivesse apenas essas possibilidades, já seria uma enorme vantagem utilizá-lo. Afinal, o aluno pode estudar de forma autônoma e obtém o feedback imediato, sem necessitar de sua correção.

Em breve: Tutorial Quizlet

Gostou? Compartilhe! Quer saber mais? Não perca nossas at ualizações e novidades! Receba notificações em seu e-mail ou siga-nos no twitter.

Onde buscar slides na internet?

Para o professor que conhece as vantagens de utilizar slides em suas aulas mas não tem tempo para prepará-los, é possível utilizar apresentações elaboradas por outros professores, profissionais e até estudantes que elaboram trabalhos de temas variados, como já comentei em outro post.

Neste post, apresentarei um endereço da internet onde é possível encontrar e realizar buscas de slides –  o Slideshare.

O Slideshare é, provavelmente, um dos mais populares sites de compartilhamento de slides no Brasil. Nele, cada usuário possui uma página com suas apresentações. Nem todos, no entanto, permitem o download. Nesses casos, é possível utilizá-los conectado diretamente à internet, mas não a partir do computador. O problema é que, às vezes, o site entra em manutenção, e é impossível fazer upload, download ou mesmo a exibição de arquivos nessas condições.

Para comparar a quantidade de apresentações disponíveis, fiz uma pesquisa em alguns sites, em 14 de agosto de 2012. Foram buscados os temas abaixo, da forma em que estão escritos, nos sites listados. Compare a quantidade de apresentações encontradas em cada um:

  Slideshare Slideboom Slideroll
A independência do Brasil 261 1 0
A reprodução das plantas 93 0 0
Números decimais 71 0 0
Aquecimento global 636 13 0
Ciclo da água 490 2 0
Estrutura da narrativa 377 0 0

Não analisei o conteúdo dos resultados da busca, mas apenas a quantidade.

Se deseja encontrar slides sobre temas escolares, tente também o blog Tecnologia e aprendizagem – aulas em PPT. Além dos temas propostos, são aceitas sugestões de pautas!

Sem tempo para preparar slides?

Mesmo o professor que conhece as vantagens de utilizar slides em suas aulas pode ter se deparado com um problema: a falta de tempo para prepará-los. Uma solução possível é a utilização de slides preparados por outros professores, profissionais e até estudantes que elaboram trabalhos de temas variados.

Existem, obviamente, vantagens e desvantagens para este uso, e escrevo um pouco sobre cada uma delas:

Vantagens:

1. O material já vem pronto e, portanto, basta utilizá-lo.
2. Se o autor permitiu o download dos slides, é possível editá-lo, retirando o que você não precisa ou não quer exibir, e acrescentando o que falta.
3. O material pode ser mais amplo que suas necessidades, e isso contribui para a ampliação do conhecimento dos alunos.
4. Além do material que você utilizará na aula, você pode encontrar outros slides, que poderá disponibilizar aos alunos em seu blog/site para pesquisas adicionais.

Desvantagens:

1. O layout, ou seja, a aparência da apresentação, pode ser diferente do que você faria.
2. A linguagem pode não estar apropriada à turma para a qual você vai apresentar – pode estar muito simples ou muito complexa.
3. Como foi baseada em outro material didático, podem faltar pontos que são explorados em sua apostila ou livro didático, mas é possível complementar.

Lembre-se sempre: o material preparado por outra pessoa é uma propriedade intelectual. Portanto, ao utilizá-lo, não retire os créditos. Se não quer deixar o nome do autor em cada slide, mencione-o e o link original no final. Essa preocupação deve ser redobrada quando a apresentação for exibida em um blog ou site.

Já conhece o acervo de slides do Tecnologia e Aprendizagem – aulas em PPT? Não perca mais tempo!

Exibir slides através do Slideshare

Para exibir slides em seu blog, geralmente é necessário hospedá-los, primeiro, em um site próprio para isso. Minha sugestão de hoje é hospedá-lo no Slideshare. Siga os passos a seguir:

  1. Crie uma conta no Slideshare (www.slideshare.net).
  2. Com sua nova conta, faça o login no Slideshare.
  3. Após o login, aparecerá a seguinte tela:

4. Clique em UPLOAD, selecione um arquivo em seu computador e clique em ABRIR:



5. Espere todo o processo de upload e conversão, até que apareça a seguinte tela:

 

6. Para inserir em seu blog ou site, copie o código Embed (marcado acima) e cole-o no espaço apropriado de seu blog.

Depois desses passos, sua apresentação de slides ficará disponível para quem quiser visualizar.

Há outras formas de disponibilizar slides, e ainda de forma mais interessante. Em breve, teremos o tutorial do Prezi. Aguarde!

Vantagens de apresentar o conteúdo em slides

Preparar slides é fácil, mas fazê-los de forma atraente pode dar trabalho. Dependendo do assunto, é necessário pesquisar imagens, selecionar as mais apropriadas, resumir as informações e registá-las de forma clara, cuidar do design…

Muitos professores, ocupados com seus muitos períodos de aulas, não encontram tempo para criar slides. Entretanto, o uso deles traz muitas vantagens.

  1. A aula preparada uma vez pode ser utilizada em várias turmas ou mesmo durante vários anos. Mesmo gostando de mudar os slides e atualizá-los, atualmente aproveito muitos dos materiais feitos nos anos anteriores. Isso faz com que eu tenha mais tempo livre do que no início, quando não tinha o material pronto.
  2.  A aula se torna mais atraente, o que facilita sua condução e a disciplina.
  3. Aliar figuras e texto é um método mais eficiente de aprendizagem. Além de ser mais atrativo para o cérebro, o uso de imagens ajuda a fixar a informação através da pista visual.
  4. Evita equívocos. Quem já tentou dar aulas de um sistema do corpo humano, por exemplo, contando com as imagens pequenas e confusas de um livro didático conhece bem a vantagem de ter uma figura grande, na qual você possa apontar exatamente o que quer destacar.
  5. Os slides podem ficar disponíveis na internet para os alunos estudarem. Acredite: muitas crianças e adolescentes têm interesse e visitam os sites de seus professores para revisar a matéria, buscar respostas para atividades e estudar para a prova. Basta hospedar a apresentação em um blog ou site.

Se você não tem tempo para preparar slides, utilize apresentações prontas, feitas por outros alunos e disponibilizadas pela internet.

Existe também uma forma mais dinâmica de apresentar slides, o Prezi! Em breve, conversaremos um pouco mais sobre esse recurso.

Ensino e educação no século XXI

WordPress.com em Português

Blog de Notícias da Comunidade WordPress.com